Enxerto de última geração

Pode ser utilizado isolado ou em combinação com ossos autógenos, ou ainda, em conjunto com outros biomateriais.

Proporciona melhor regeneração do tecido ósseo, devido à biofuncionalidade de seus componentes 30% β-TCP e 70% PLGA (Cerâmica e Polímero Biocompatíveis).

Regeneração do tecido orgânico e inorgânico do osso.

Imagens ilustrativas.

Registro ANVISA: 80030810162

  • Material para implantes médicos e odontológicos.
  • Grande potencial osteogênico.
  • Ação osteocondutora.
  • Favorece o processo de regeneração óssea.
  • Diferentes apresentações.
  • Biodegradável.

MECANISMO DE AÇÃO

Durante a degradação, o β-TCP mantém o pH maior na área do implante: neutralizando o ambiente ácido associado com a degradação do PLGA. O pH neutro oferece uma reatividade local maior para o implante e uma redução da resposta inflamatória.

Os arcabouços formados a partir do β-TCP são utilizados para infiltração vascular – oxigenação óssea, proliferação e fixação celular: requisitos fundamentais para a rápida integração do biomaterial, reabsorção e subsequente substituição óssea.

Fotomicrografias representativas da área de osso neoformado em defeitos ósseos críticos induzidos na calota craniana de ratos.
(A) Grupo Vitagraft – 15 dias; (B) Grupo Vitagraft – 30 dias

FUNÇÃO E INDICAÇÃO

O VitaGraft é um produto implantável e reabsorvível, projetado para ser utilizado como substituto ósseo em cirurgias onde há a necessidade de preenchimento e/ou reconstituição óssea:

• Cirurgias ortopédicas e traumatológicas:
Artrodese vertebral.
Revisão de prótese.
Traumatologia.
Osteomia da tíbia.
Preenchimento de defeitos ósseos.

• Cirurgias crânio-maxilo facial – incluindo mandíbula

• Preenchimento de cavidades e defeitos ósseos orofaciais, intra dentais e craniais, podendo incluir:
Defeitos periodontais infra-ósseos.
Aumento de rebordo alveolar.
Lojas ósseas pós-exodontia.
Elevação de seio facial.
Defeitos císticos.
Aumento craniofacial.

DISPONÍVEL NAS APRESENTAÇÕES

Grânulos

Blocos