Antiaderentes / Antifibróticos
100% bioabsorvíveis com ação hemostática

O Adhesion STP+ é utilizado na prevenção e/ ou tratamento de problemas clássicos como as aderências pós-cirúrgicas e as hemorragias que afetam diversas áreas da medicina, preservando os tecidos adjacentes durante o processo de cicatrização cirurgica.

O Adhesion STP+ produz um filme polimérico bioabsorvível e biocompatível no local aplicado para controle das aderências pós-cirúrgicas diminuindo a necessidade de procedimentos futuros para remoção de qualquer dispositivo, além de promover simultaneamente a hemostasia da região onde foi aplicado.

O polissacarídeo vegetal contido na formulação do produto, quando em contato com o sangue, absorve a parte mais fluída deste (plasma) formando um gel. Nas extremidades deste gel, concentram-se as plaquetas, globulos vermelhos e os outros constituintes do sangue, acelerando o processo natural de hemostasia.

A carboximetilcelulose, outro componente do produto, auxilia na proteção da região afetada, funcionando como uma película protetora, evitando a formação de aderências e fibroses.

  • Inibe a formação de aderências atráves da carboximetilcelulose(CMC) formando um filme polímérico.
  • Produto sem componentes ou derivados animais.
  • Inteiramente biocompatíveis e bioabsorvíveis.
  • Mantém o plano de dissecção cirúrgica.
  • Composição híbrida e exclusiva, desenvolvida para promover hemostasia ativa à base de polissacarídeos hidrofílicos.

COMO OCORREM AS ADERÊNCIAS

Aderências são ligações fibrosas que formam conexões anormais e indesejáveis entre dois tecidos que são originalmente separados e diferenciados em suas funções. Esta aderência ou tecido de cicatrização, pode levar a um grande número de complicações, tais como dor pélvica severa, infertilidade, obstrução intestinal, limitação de movimentos musculares e complicações em reoperação cardiovascular.

Resposta Celular ao Trauma

Após um trauma ou ato cirúrgico,
uma matriz de fibrina começa
a se formar onde os fibroblastos,
fios de fibrina e histaminas
se proliferam.

Formação de Aderência

Ligações de fibrina se formam
entre dois tecidos diferentes.
As aderências resultantes
unem tecidos adjacentes,
provocando danos indesejáveis.

Solução Bioabsorvível

A aplicação do Adhesion STP+ promove primeiramente a hemostasia do local e também um biofilme de formação de aderência, preservando os tecidos durante os processos de cicatrização cirúrgica.

INDICAÇÕES

O Adhesion STP+ é indicado para procedimentos cirúrgicos das diversas especialidades que lidam com aderências pós-cirúrgicas:

  • Cardiologia;
  • Cirurgia Geral;
  • Obstetrícia e Ginecologia;
  • Cabeça e Pescoço;
  • Otorrinolaringologia;
  • Cirurgias Ortopédicas e de Coluna;
  • Neurocirurgia.

MECANISMO DE AÇÃO

O polissacarídeo vegetal contido na formulação do produto, quando em contato com o sangue, absorve a parte mais fluida deste (plasma), formando um gel. Nas extremidades deste gel, concentram-se as plaquetas, glóbulos vermelhos e os outros constituintes do sangue, acelerando o processo natural de hemostasia. A carboximetilcelulose, outro componente do produto, auxilia na proteção da região afetada, funcionando como uma película protetora, evitando a formação de aderências e fibroses.

FORMAS DE APRESENTAÇÃO

Adhesion STP+ Pó

– Aplicador (tipo fole) com 1 ou 3 ou 5 g;
– Cânula

Adhesion STP+ Gel

– Seringa com 0,5 g da fase pó;
– Seringa com 2,5 g da fase líquida;
– Adaptador de seringas;
– Cânula.